Assine VEJA por R$2,00/semana
Publicidade
Maílson da Nóbrega Por Coluna Blog do economista Maílson da Nóbrega: política, economia e história
A doutrina não tem raízes no modo de pensar dos brasileiros
Moeda comum e moeda única são sinônimos. A discussão em curso mais parece com pagamentos de operações de comércio exterior em moeda local
Faltam as condições para sustentar uma moeda única, principalmente a estabilidade macroeconômica entre os países da região
Grupo de avaliação de riscos fiscais pode reduzir custo dessas responsabilidades do Tesouro. Novo avanço pode ser a exclusão do teto de gastos
Opor-se à privatização é permanecer preso ao passado
Lula busca redefinir conceitos básicos da economia e das finanças públicas
O mercado reagiu a declarações que sinalizam alheamento da realidade fiscal e de aspectos relevantes de políticas públicas do governo
As más notícias, caracterizadas pelo intervencionismo estatal, podem ter graves consequências para a economia e prejudicar os pobres
O futuro presidente da estatal defendeu nova política de preços de combustíveis e um fundo de estabilização desses preços. Isso deu errado no passado
Nunca fez sentido a decisão do governo Bolsonaro, de subordinar o órgão ao Ministério da Justiça, menos ainda ao Banco Central
O pobre entrou no Orçamento com Sarney e nele permanece
Em última análise, ele financia atividades que geram riqueza
O PT não percebe que o tempo das estatais já passou
A redução do ritmo da agropecuária e da indústria de transformação e o desempenho menos favorável dos serviços explicam a queda do crescimento do PIB
Uma pasta para combater a fome atrapalharia as atividades do Ministério da Agricultura. Teria o destino do Programa Fome Zero, isto é, a extinção precoce
A economia precisaria crescer no incrível ritmo de 14% ao ano
A medida é contra o bom senso e a experiência internacional relativa aos casos em que se justifica limitar drasticamente o crescimento da despesa pública
O desafio maior será reduzir a rigidez orçamentária
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes. Se você já é assinante faça seu login no site para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA e também tenha acesso aos conteúdos digitais de todos os outros títulos Abril*
Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo

Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso digital ilimitado aos sites e às edições das revistas digitais nos apps: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH. * Pagamento anual de R$ 96, equivalente a R$ 2 por semana.